Desativar atualização automática de apps do Android

A atualização automática de apps é interessante, pois, a princípio, a cada nova versão, temos menos falhas de segurança e melhor experiência. Mas esse recurso pode atrapalhar em casos específicos, como, por exemplo, quando dispomos de planos de dados limitados ou até mesmo por eventuais “travamentos” que podem ocorrer durante esse processo (às vezes, quando mais precisamos do aparelho). Vejamos essa dica prática:

  • acessar a play store wp-1451004678242.png
  • dar um toque no canto superior esquerdo da tela (nos 3 riscos) image
  • tocar em “configurações
    image
  • tocar em “atualizar apps automaticamente
    image
  • tocar em “não atualizar apps automaticamente
    image

A partir de então, o sistema vai notificar quando houver novas atualizações, mas não as instalará até que você confirme.

SPSS e Windows 7/8/10

Este post é voltado a quem instalou alguma das versões (12.0, 13.0, 14.0, 15.0) no Windows 7/8/10 (32 ou 64 bits) e se deparou com a seguinte mensagem:

error: OLE Automation will not work: unable to open type library SPSSWIN.TLB

Para corrigir, siga os seguintes passos:

  1. Ir à pasta do SPSS (por exemplo, C:\Arquivos de programas (x86)\SPSS
  2. Localizar o arquivo spsswin.exe
  3. Clicar com o botão direito do mouse e selecionar “proriedadesSnap 2015-12-22 at 20.59.52
  4. Na janela que abrir, clicar na aba”compatibilidade“. Logo após, marcar a opção “executar como administrador” e clicar em “OK” Snap 2015-12-22 at 21.01.16

OBS.: caso o problema persista, marcar opção “executar em modo de compatibilidade” e na caixa logo abaixo selecionar “Windows XP (Service Pack 3)

Fonte: http://spssx-discussion.1045642.n5.nabble.com/OLE-Automation-will-not-work-unable-to-open-type-library-SPSSWIN-TLB-td5724426.html

HP Pavilion e Windows 8.1 – não desliga…

Recentemente, enquanto instalava o Windows 8.1 no notebook de um amigo, enfrentei esse problema. Vou passar a solução que adotei.

  1. Baixar o fix da Microsoft: http://download.microsoft.com/download/9/B/2/9B238D96-E3AA-4C6F-BFC8-B90321C63F1F/MicrosoftFixit20146.mini.diagcab
  2. Executar e seguir as instruções na tela.

Observar:

  1. essa solução é tanto para casos em que a tela fica “preta” ou quando surge uma BSOD(Blue Screen Of Death – Tela azul da morte) enquanto o usuário desliga.
  2. Segundo pesquisas, esse é um tipo de conflito que existe entre o Windows 8.1 e placas de vídeo das marcas Intel e AMD Radeon, o que possivelmente afete grande parte dos PCs/Notebooks/Ultrabooks que utilizem essas mesmas placas de vídeo(HP, Dell, Acer, Positivo, etc)

Fontes:

  1. http://answers.microsoft.com/pt-br/windows/forum/windows_8-performance/windows-8-e-81-não-desliga-nem-hiberna/4e38c2e5-729e-42df-834f-11942543b03d?page=7&auth=1

 

Cyanogenmod 11 – Samsung Galaxy Ace (GT-S5830C) – Opinião

Muita gente gosta de fazer modificações no telefone – principalmente telefones com Android. Particularmente, também gosto muito disso. Mas nem sempre tudo é flores. Vou enumerar algumas impressões de minha experiência pessoal ao instalar o CyanogenMod 11 no Samsung Galaxy Ace (GT-S5830C).

Obs.: O GT-S5830C é diferente do GT-S5830, GT-S5830B, etc. Portanto, sua experiência pessoal pode ser diferente, caso teste a mesma versão do CyanogenMod 11 em qualquer telefone da linha mas de versão diferente da testada por mim. A instalação de sistemas personalizados exige cuidado, caso contrário você pode inutilizar seu telefone.

Pontos positivos:

  • interface moderna, bonita(eu achei), limpa
  • funcionalidades novas (fotos panorâmicas, etc)
  • compatibilidade com apps mais novos
  • rapidez *

Problemas:

  • lentidão: para poder usar os apps “normalmente”, tive de instalar o Link2SD, até aí tranquilo, pois o Galaxy Ace tem realmente pouca memória para armazenar as aplicações, mas a usabilidade já não era tão fluida e rápida depois de instalar e configurar o whatsapp e outlook;
  • câmera: para começar, a foto não funciona com o flash led, também não faz filmagens;
  • brilho automático da tela: não funciona;
  • bugs: ao tocar para receber uma chamada, a tela repentinamente “apagava”, depois de certo tempo ela “acendia” novamente, google apps fechava e travava muitas vezes (muito mais que antes, com o android de fábrica);

Eu realmente gostei da CyanogenMod, principalmente pela aparência limpa e algumas funcionalidades novas, deu uma revitalizada no telefone, mas, por outro lado, acompanhada dos problemas que citei acima. Se você é desenvolvedor ou gosta de personalizar o telefone, mas não tem nada a perder com a usabilidade (é um usuário paciente e tolerante a tudo) vale a pena correr o risco. Caso contrário, melhor deixar como está.

Segue o tutorial que segui para instalar o CyanogenMod 11 (vídeo):

Para quem instalou e se arrependeu, peço paciência, pois em breve publicarei um tutorial ensinando a desinstalar o CyanogenMod 11 com sucesso e instalar novamente o sistema de fábrica do telefone. Os tutoriais que existem até agora testei mas sem sucesso. Em todos tive problemas com a partição /data e como efeito colateral o telefone não iniciava o sistema ou até iniciava normalmente, mas ao desligar “perdia” todas as configurações e apps, ao ligar novamente ele agia como se fosse a primeira inicialização (inicia o assistente de primeira execução).

Instâncias reservadas Amazon: ReservedInstancesLimitExceeded

O uso de instâncias reservadas da Amazon resulta em uma economia maior que os serviços on demand, para quem precisa ficar com um servidor na nuvem rodando uma aplicação constantemente. Bem, fui efetuar a compra pela empresa onde trabalho de uma instância para rodar uma aplicação e me deparei com a seguinte mensagem:

Snap 2015-03-12 at 16.13.24

Para resolver este problema, basta seguir os passos:

1 – Clique em “Support” -> “Support Center”;

2 – Na página que se abrir, procure o botão chamado “Create case”;

3 – na próxima página que se abrir, siga os passos na imagem (de a a f ):

Snap 2015-03-12 at 16.43.38

4 – Aguardar a Amazon retornar um e-mail com o aviso de que o limite foi expandido e refazer os passos para compra da(s) instância(s) reservada(s)

 

Atualização: A Amazon dá um limite já de 20 instâncias reservadas assim que a conta é criada. Para compra de instâncias reservadas sem valor de entrada (o que eu procurava, no caso) exige que o usuário já tenha pago por algum serviço anteriormente na mesma conta, ou seja, contas recentes (sem um histórico de pagamento) a Amazon bloqueia especificamente a compra de instâncias reservadas sem entrada.

Perfeitos Julgadores! Sem espelho em casa? « Cris Mazuim

“Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida que tiverdes medido, hão de vos medir”. Mateus 7.1,2

Segue o link de um post do blog de um amigo e irmão em Cristo. É bênção para todos a leitura desse artigo.

Perfeitos Julgadores! Sem espelho em casa? « Cris Mazuim.

Com os ouvidos eu ouvira falar de ti, mas agora te vêem os meus olhos.” – Jó 42.5

    A história de Jó tem bastante a nos ensinar, principalmente sobre relacionamento com Deus. Jó agia corretamente, era honesto em seus negócios, tinha vários bens, todos adquiridos honestamente, temia a Deus e evitava qualquer coisa errada, enfim, Jó tinha uma reputação notável. Notável ao ponto de até mesmo Deus fazer menção da mesma(Jó 1.8). Depois disso, começam a surgir dificuldades na vida de Jó, permitidas por Deus (Jó 1.6-22; 2.1-13). No início, isso parece ser uma injustiça com Jó, chegando até mesmo, no auge de sua aflição, Jó pensar que Deus agia de forma injusta e até mesmo um tanto desleixada com ele. Mais tarde, Deus fala com Jó e mostra que a visão que Jó tinha a respeito dEle era um tanto limitada demais. Como no versículo em destaque diz, Jó conhecia a Deus de ouvir falar, mas a partir daquele momento ele o conhecera de perto. Ao final da história, vemos que Jó termina seus dias muito mais próspero que antes(Jó 42.10-17), mas agora Jó entendia que Deus é diferente de um “juiz carrancudo” pronto para castigar quem errasse.

    A vida de Jó nos deixa, dentre tantas, 3 lições: a primeira, é que podemos até mesmo aparentemente mudar externamente, mas apenas um relacionamento com o Senhor pode transformar nosso interior; a segunda, esse relacionamento implica em um confronto com nossos defeitos e medos; terceira, é em meio às dificuldades que nos conhecemos melhor e nos aperfeiçoamos, por ser o “ambiente” onde tanta coisa que não sabemos sobre nós mesmos – ou preferimos ignorar – aparecem, tanto as boas quanto as ruins, vale lembrar que para resolver determinado problema, é necessário localizá-lo em primeiro lugar.

%d blogueiros gostam disto: